Governo do Estado instala Comissão do Plano Estratégico de Longo Prazo - Maranhão 2050, nesta terça (21)

20/06/2022

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (SEPLAN), instala a Comissão do Plano Estratégico de Longo Prazo - Maranhão 2050, na manhã desta terça-feira (21), no auditório do Edifício João Goulart, no Centro de São Luís. 

O secretário do Planejamento e Orçamento, Luis Fernando Silva, destacou que o Maranhão 2050 vai estabelecer diretrizes e macro objetivos de desenvolvimento para o nosso estado, além de fortalecer a estratégia de planejamento de longo prazo do Estado do Maranhão, de forma articulada com grupos da sociedade civil, a fim de institucionalizar as decisões do governo até 2050, possibilitando a continuidade de projetos estratégicos e a superação de entraves estruturais. É uma marca que o governador Carlos Brandão imprime no Governo do Estado, que irá reverberar num futuro melhor para todos os maranhenses”, avaliou. 

Por meio do plano será possível construir, de forma democrática, coletiva e contínua, com participação ativa e colaborativa de atores, a formulação de políticas públicas estruturantes em benefício da geração atual e das gerações futuras da população maranhense. As ações incluem realização de audiências públicas, fortalecimento de parcerias com entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais e a mobilização de diversos segmentos da sociedade. 

Comissão

A comissão que será empossada nesta terça-feira é composta por integrantes das Secretarias de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan), de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (Sedepe); do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema); dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop); da Agricultura Familiar (SAF); Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima); da Indústria e Comércio (Seinc); das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid); de Educação (Seduc) e de Infraestrutura (Sinfra). 

Também participam membros do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) e do Instituto de Terras do Maranhão (Iterma); da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e da Universidade Federal do Maranhão (Ufma). Além de representantes das Federações das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema); da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema) e do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio/MA); Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae/MA); Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Maranhão (Fetaema); Federação dos Trabalhadores da Indústria do Estado do Maranhão (Fetiema); comunidades quilombolas, populações tradicionais e povos originários; entre outros órgãos e entidades públicas e privadas.